Pesquisar este blog

sábado, 23 de setembro de 2017

Brasil: A Revolução de 2017-18


O Brasil, o tráfico e a bandidagem

Resultado de imagem para rocinha

Não se pode imaginar poder armado independente do governo convivendo sob a mesma bandeira do mesmo Estado. Se existe é porque de uma forma ou de outra se "entenderam" 

Um Estado soberano não pode ficar muito tempo à mercê de facção armada independente sob pena de dividir o governo. Acaba de acontecer na Colômbia. Agora, as FARC que produziam drogas têm seus representantes no governo, o Papa Francisco ficou feliz, porque havendo paz, está tudo bem. O preço da paz não lhes importa. I sangue que escorre das drogas parece invisível e movimenta a economia, uns se alimentando dos outros.

O Estado, em sua atuação deficiente ao longo dos últimos 20 anos de confusões propositais do que se entende de leis aplicadas a criminosos e a políticos corruptos, trouxe muita tristeza, dor, desespero, irritação ao povo brasileiro, pacífico por natureza. Foi abuso de menor, de incapaz, porque povo brasileiro morre mas não se revolta. O tráfico não! O tráfico mata, sim, mas não vende papo furado de político. Vende drogas que "aliviam" a dor causada por corrupção de políticos indistintamente de partidos, que a policia não prende, e que o STF alivia, maletas de dinheiro, bolsos, eias, sutiãs voando pelas fotos, vídeos e gravações todas legais porque se identificam os "atores autores" ...

Parte da população já prefere o tráfico até porque onde há tráfico não há ladrão, e traficante trabalha, político não...

E sendo assim, se há 30.000 homens para controlar a Rocinha, quantos milhões de homens e trilhões.000.000.000.000.000,99 de Reais vão ser necessários para cercar todas as favelas do Brasil... Não temos tudo isso...

Tem que se intervir no principal antro de ladroagem, bandidagem e permissividade da nação: Essa porcaria de homens e mulheres que pululam endinheirados nos 3 poderes nacionais ostentando falas e desculpas, todos de uma porrada só. Para endireitar e não para esquerdecer, que desses estamos fartos...

Nenhum desses políticos treinados e viciados nos partidos pode concorrer a presidente do Brasil em 2018. Seria a continuação.

Rui Rodrigues

A visão do amor de luto

Imagem relacionada



Meninos e meninas, eu vi, com estes olhos que as labaredas hão-de tostar. Nada mais temeroso que imaginar-se nossa visão a torrar num pequeno cubículo assim como uma pequena cuba, as labaredas abanadas lambendo nossos olhos ainda quase mortos. E se isto acontecesse, na Habana de cuba com maiúscula, Deus, que Che Guevara se levantaria do túmulo mesmo irremediável e abençoadamente morto, e, apesar de tão pesado, carregado de balas de chumbo com que lhe encheram aquele couro curtido a bons charutos, bons rum Montilla brancos, mulheres que se devassavam por necessidade se dando em troca de pão ou um emprego no governo, um ou outro garotinho ou garotinha, histórias em quadrinhos contadas de verdade em muros de paredão pintados a sangue de gente cubana. Che Guevara matava cubanos a tiro porque não podia matar argentinos. Seu motor era a vingança tendo poder, não a valentia lutando em sua terra. Se aparecesse na Argentina "le mataban". Quando quis matar bolivianos furaram-no até os intestinos, e os que o viram tombar perceberam claramente visto que saía fumaça de charuto pelos furos por onde se lhe podiam ver os pulmões. Che não queria trabalhar. Che queria matar sem contudo perder a ternura. Mataram Che com todo o amor do mundo por um mundo livre de animais como ele. Che está morto, a União Soviética está morta, o verdadeiro e o falso comunismos estão mortos, falsos políticos, por bandidos, fazem passar-se por representantes do povo para roubarem descaradamente. Aqui no Brasil uns idiotas idealistas, que se juntam a políticos poli-capitalistas, insistem em dar nome de escolas e praças a Che, o bandido, o bosta, o merdas de má memória.

A visão do amor de luto é uma visão fúnebre, cheia de jaburus, corvos e urubus vendo o amor ser devorado por seres raquíticos mesmo sendo enormes, deformados de almas, piores que corcundas de Vôtre Dame, luzes negras apagando o sol e a luz da Lua, teias de aranha sem aranhas, asas de morcego esvoaçantes de pequenas bocas dentadas e gosmentas, corpos gordos e maciamente esponjosos. Não há amor por ideologias mortas, por políticos salvadores da Pátria, porque todas as ideologias são meras "idéias" e "lógicas", ou imaginações, elucubrações... Toda ideologia precisa ser testada pra se saber se funciona. O nazismo e o comunismo foram testados: Não funcionaram!!! Jazem na fossa do poço do diabo. Os políticos que defendem o comunismo ou mentem, ou estão defasados na história. Assim como existe humor negro, também existe um "amor" mórbido e impossível por "ideologias" fracassadas. Amor de luto é amor pelo que já não existe. Fútil. Inócuo. Mórbido. Imprestável como religião de Zeus e Afrodite. 

Há partidos políticos que não representam nada nem ninguém, cheios de políticos que o povo alimenta a peso de ouro como pequenos budas de bunda suja.

Rui Rodrigues.   

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Notícias Matutinas e batotinhas do Rio:


A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas em pé

Segundo os organizadores tinha 100.000 manifestantes no RockinRio liderados por um tal de Aeroizmiti. A policia disse que não mediu quantos tinha, Lula disse nada e Temer passou batido... Ali perto, lá onde se encontra a linha vermelha com a linha amarela, ou seja na linha laranja, um caminhão carregado com carmes de frango e linguiças pegou fogo... Não se sabe quem prendeu fogo na churrasqueira em que se transformou o veículo, mas pelo cheiro, estava muito apetitoso. Muita gente se serviu porque o seguro paga a conta e ainda não morreu de velho.
As Primas Vera chegam hoje, cheias de amor pra dar, distribuindo beijinhos, de calcinha e sutiã imitando biquíni... Elas disseram que neste ano só não vai ter pra quem não gostar... A foto não mostra as primas, mas catei na net as mais parecidas, que nem são minhas. Quem souber de quem são as primas Veras, por favor avisem. A turma do Aerozmiti na foto estão todos com ar de desconfiados, mas eles são assim mesmo... Estão cansados do pessoal os chamar de _*¨¨$¨%$&¨%*)&¨*&%&¨ mas é tudo intriga da oposição, um famoso Bom Jovem que hoje tava de preto.
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em pé e sapatos

Quanto ao tempo hoje, 22 de setembro de 2017, chove onde cai água, fica seco onde nem pingo de suor, e terremotos e furacões por aqui, necas de piti biriba...
Bom dia e transem bastante que faz bem prá tosse. além de que não pensa na corrupção nem em suas dívidas. Fica com a mente toda dedicada a fazer besteirinhas...

Rui Rodrigues

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Força, Generais Mourão e Vilas-Boas.

Ah ... Se eu fosse o general Mourão ou Vilas-Boas...

Resultado de imagem para general mourao e vilas boas

Sarney indicou Celso de Mello para o STF e disse-lhe
- Olhe... Vou lhe indicar, mas vosselência vai olhar o meu lado.
Fernando Henrique Cardoso indicou Gilmar Mendes e disse-lhe:
- Olhe... Vou lhe indicar, mas vosselência vai olhar o meu lado.
Collor de Melo indicou Marco Aurélio, seu primo e lhe disse:
- Olhe. primo... Vou lhe indicar, mas vosselência vai olhar o meu lado.
Lula indicou Ayres Britto, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Joaquim Barbosa e Dias Toffoli e lhes disse a cada um de per si:
- Olhe... Vou lhe indicar, mas vosselência vai olhar o meu lado.
Dilma indicou Luis Fux. Rosa Weber, Teori Zavascki (já mortalecido), Luis Barroso e Edson Fachin e lhes disse a cada um de per si:
- Olhe... Vou lhe indicar, mas vosselência vai olhar o meu lado.
Temer indicou a bela Dodge de voz de Branca de Neve e lhe disse:
- Olhe... Vou lhe indicar, mas vosselência vai olhar o meu lado.


Até aí tudo bem... Parecia um equilíbrio de forças do tipo; "Segura meu gato"... Mas não...

FHC, Collor e Sarney querem deixar tudo quieto pra não levantar poeira nem fazer onda no caldeirão de merda. Lula e Dilma estão juntos como casal recém-casado na cama... E temer que era aliado negocia a continuação do "deixa quieto" para não ser queimado pela turma toda unida dos outros bandoleiros... Os juízes advogam em causa própria e como advogados devem estar sendo pagos regiamente... E com esse time, ninguém vai ser punido, o que significa que vão continuar roubando.

Se eu fosse o senhor, general Mourão, creio que já teria iniciado as medidas corretivas de que a nação precisa urgentemente, na base do quem mijar fora do penico eu prendo e arrebento... Mas sem esquerdalhices nem ideologias mórbidas de general ou motorista de caminhão venezuelano.

A situação está pra arrebentar... A Democracia e o Estado de Direito não foram feitos para roubar o povo

PAU NELES, MEU GENERAL... Queremos o Brasil Grande e progressista outra vez, mas muito melhor que antes... Ordem e Progresso neles... Muita Ordem para poder haver progresso.

Toque de recolher amanhã.

Rui Rodrigues

domingo, 17 de setembro de 2017

Conto curto de reco-reco


Resultado de imagem para musico reco-reco
Conto curto de reco-reco ou 
Música é sofrimento geral se você não consegue se abstrair.Você vai num show, ou numa roda de samba, leva sua mulher, que você conhece muito bem, e vê que ela tá se segurando, gamou pelo cara do reco-reco. Você disfarça mas sofre!

E o cara do reco-reco tá lá... reco-reco-reco-reco-reco-reco com aquele treco.

A mulher do cara do reco-reco percebe os olhares do marido para a sua mulher e ela sofre também... Coitada... A cada apresentação do marido ela sofre.

E o cara do reco-reco tá lá... reco-reco-reco-reco-reco-reco com aquele treco.

Sua mulher sofre. Ela gostaria de dar uma transada com o cara do reco-reco, mas não pode, não deve... Talvez se ela criasse uma discussão e o marido a xingasse ela pudesse ter desculpas pra dar uma saidinha com o cara do reco-reco, e dizer-lhe: Não pense mal de mim, que eu não sou assim, mas meu marido é muito ciumento e não aguentei. Estou arrependida, mas vamos dar mais uma de despedida. E chora com vontade mesmo, real!

E o cara do reco-reco tá lá... reco-reco-reco-reco-reco-reco com aquele treco.

Os ouvintes da rádio sofrem porque gostariam de estar no colo do musico do reco-reco mas nem esperanças...

E o cara do reco-reco tá lá... reco-reco-reco-reco-reco-reco com aquele treco.

O cara do reco-reco se segura fácil, fácil, mas sofre. Todas as quartas feiras dá sua saidinha do armário e cai nos braços do Pedrão, o cara do morro que lhe leva uns baseados.

E o cara do reco-reco tá lá... reco-reco-reco-reco-reco-reco com aquele treco.

Rui Rodrigues

sábado, 16 de setembro de 2017

Lisboa sempre um oásis

Uma crônica do meu posto de Observação nas dunas.


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas em pé

Creio que todos vocês já viram o filme "Casablanca" com a ingrid Bergman e Humphrey Bogart. Passa-se no Marrocos onde gente fugitiva se acumulava durante a II Grande Guerra, na esperança de pegar um visto pra Lisboa e de lá para o mundo livre. Toda a base do filme é verdadeira. Os fugitivos em geral tinham dinheiro. Havia voos diários de Casablanca para Lisboa,

Muitos atribuíram o sucesso das finanças portuguesas que melhoraram com Salazar, ao trabalho do próprio Salazar. Sem duvida que sim, mas 90% do sucesso se deveu ao dinheiro que foi largado em Portugal na espera de voos e vistos para os EUA, Canadá, Austrália, Brasil... Muita gente famosa passou por Lisboa entre príncipes, reis, gente de negócios, milionários como Calouste Gulbenkian.

Lisboa sempre foi um oásis de convivência pacifica, de aceitação de diferenças, no norte as mulheres sempre se gabaram do matriarcado. Atualmente a população lisboeta das melhores zonas residenciais está sendo empurrada para a periferia porque chegam novas levas de gentes procurando um oásis neste mundo cada vez mais complicado, cheio de atentados, os aluguéis sobem , as finanças portuguesas consideradas um lixo pelas empresas de avaliação internacionais, vão, mais uma vez, se equilibrando, saindo do vermelho. Carlos Patiño rei do estanho na Bolívia chegou atrasado em 1952, mas procurando um oásis.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, área interna e close-up

Madonna já tem residência em Sintra. Agora chega o príncipe Karim Aga Khan IV descendente de Maomé, vindo de Paris. A Catalunha quer independência, Madrid tomou conta das finanças catalãs. Explosões em Londres, Paris, Madrid...

Vou assistir daqui, das dunas de Cabo Frio, de onde sopram mais que ventanias e ventos da história.

Rui Rodrigues

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Independência e ovos


Sobre Ovos e frangos em setembro de 2.017

Resultado de imagem para ovosUm ovo pesa cerca de 50 gramas. Uma dúzia, cerca de 600. Um quilo, custa então cerca de 8 reais grosso modo. O quilo de frango custa cerca de 5 reais... Pelo preço de um quilo de ovos pode comprar-se cerca de dois de frango, mesmo depois dos gastos com ração e cuidados...... Melhor deixar procriar os ovos e comer frangos.
Mas aí vem a turma do ovo e diz que cada ovo pode gerar uma descendência de frangos, e vem a turma dos frangos e diz que cada frango pode gerar milhares de ovos...

A lógica parece ser muito complicada. Que nem a Globo... Ora diz que aumentam os endividados ora diz que aumenta o numero dos que limpam o nome sujo nos bancos... Que ora ha desemprego, ora que as bolsas sobem. A Globo entre o ovo e a franga.

Tem gente ganhando muita grana com os ovos... Deve ser a turma do Joesley e do Uesley, ambos Batistas. Vão passar a vender ovos a 1,99 na zona. aguardem...

Sobre os "entes-sem-dentes" do 8 de setembro de 1822A imagem pode conter: 3 pessoas, barba

Disse João VI a Pedro:

"- Se hão-de roubar a coroa portuguesa, que roubem a si mesmos.... Grite Independência, meu filho, antes que outros o façam num país rico como este, onde apesar do roubo sempre sobra. E outra coisa... Homem que é homem tem que ter amantes, mas não as ponha na mesma cama de sua mulher. E manda-me uns frangos que os daqui são de lamber os beiços"

E assim chegamos a Sarney, Lula Dilma Aécio Marina e Temer, depois de dois breves intervalos de gente responsável, honesta, moral, ética, patriota que tanto desenvolveram o Brasil: Vargas e os que se revoltaram em 64. Os ladrões irritados até hoje dizem que foram 2 ditaduras porque não podiam roubar.

(Se a ciência não tivesse sido tão solapada pelos ignorantes religiosos da época, poderíamos ter pelo menos uma vídeo-cassetada com esse momento histórico - e medalhado - da transmissão de poderes de pai para filho)

Nota:
Extraído do livro: Eram os Deuses heróis ou os heróis nunca foram deuses, uma confusão histórica mais pior que ruim que uma infusão de boldo do Chile misturado com óleo de fígado de bacalhau

Rui Rodrigues